Sete, dizem é conta de mentiroso.
E parece mesmo mentira que em um dos trechos mais procurados do litoral brasileiro, entre Rio e São Paulo, na cidade de Ubatuba você possa encontrar uma sequência de praias lindas e desertas, percorridas por uma trilha em meio à Mata Atlântica.
Mas é de verdade.
E você não vai esquecer.
O passeio começa de madrugada e é ideal que seja assim.
Menos sol na cabeça, mais tranquilidade para caminhar no seu ritmo, sem pressa. Verificar água, apertar cadarço do calçado, checar se está levando alguma coisa para comer.
Conferir o check list que o pessoal mandou. Preparar máquina, celular. Alongar.
Partiu trilha.
Iniciamos na praia da Lagoinha, e depois, margeando a costa, a trilha passa pelas Praia do Oeste, Praia do Peres, Praia do Bonete, Praia Grande Bonete, Praia Deserta e Praia do Cedro Sul.
A cada passo, as preocupações cotidianas vão dando espaço a outros pensamentos.
Os obstáculos da trilha, as pedras que você precisa ultrapassar, os galhos que não pode tropeçar. Aquele visual que você fotografa não só para compartilhar, mas também porque você não quer esquecer.
O calor, a maresia. O mormaço. No suor escorrendo do rosto, descem aqueles pensamentos do tipo, “o que é que eu to fazendo aqui”, mas um mergulho no mar na praia do Cedro e pronto.
Foi embora o suor, apatia e qualquer dúvida do que você está fazendo ali.

Você está vivendo.
O caminho em sua maior parte é bem tranquilo, de nível fácil, ideal para iniciantes, até a Praia Grande Bonete. Para se chegar as últimas duas praias, Deserta e Cedro Sul, o trilheiro tem de encarar um morro mais íngreme, de nível médio.
O guia vai dizer:
São só 40 minutos.
Mas já serão horas.
Não importa a distäncia, ele dirá: São só 40 minutos.
Mas é bem isso, numa trip dessa, o tempo aqui da cidade não serve para medir as coisas.
As referências de distäncia e espaço também não são mais as mesmas e se você parar pra pensar, a cada trilha, a cada experiência dessa, você também não será mais o mesmo.

Artigos Recentes

Digite e aperte Enter para procurar